quarta-feira, 16 de agosto de 2017

SOCIEDADE DIAMANTINENSE EM REGISTRO: O BAU DE MEMORIAS!!!!!!!




           Comunicamos a continuidade das ações do projeto BAÚ DE MEMÓRIAS, lançado por esta casa. Registra-se pedido aos cidadãos e cidadãs de Diamantina que tenham memórias (receitas, fotografias, histórias e estórias, causos, etc.), (fotografias, vídeos, textos, etc.), sobre a Guarda Romana, Festa Divino e Bolo de Arroz, que possam compartilhar seus arquivos e saberes com a Diretoria de Patrimônio Cultural, para que o conhecimento seja difundido. 
       O material poderá ser entregue na Diretoria de Patrimônio Cultural, de segunda a sexta-feira, no horário de 09:00 às 13:00 horas, para ser fotografado ou escaneado e logo devolvido a quem o apresentar.  Quem puder contribuir para contar causos, historias e estórias, pode agendar horário com o funcionário do setor, através do telefone 35319537 ou pelo e- mail: 
sectur.patrimonio@diamantina.mg.gov.br

           A Diretoria de Patrimônio Cultural está realizando o cadastro dos participantes da Guarda Romana, para tal, solicita a presença dos mesmos, a este setor, para realizar o registro. Devem trazer um documento de identidade. São ações que promovem a salvaguarda, preservação e divulgação da cultura diamantinense.  



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Bem Imaterial registrado- Patrimônio Cultural de Diamantina Guarda Romana – Expressão de Fé e Tradição


                A Guarda Romana está inserida no vasto patrimônio cultural diamantinense, inscrita no Livro das Celebrações como bem imaterial do patrimônio de Diamantina devido à importância que lhe é conferida na Semana Santa, a particularidade dos seus toques e a execução de uma coreografia entre os guardas, o que é um diferencial em sua participação. Na composição da Guarda Romana, um conjunto de homens que externam sua fé e seu compromisso com os rituais da cidade de Diamantina. Vestidos a caráter, portando escudos e alabardas, participam da procissão do Enterro do Senhor morto, também da Via Sacra e outros momentos do rito. dia 04 de abril, o Arcebispo Metropolitano de Diamantina, Dom Darci José Nicioli e a Secretária Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, Márcia Betânia de Oliveira Horta reuniram-se com os membros da Guarda Romana para pontuar a importância desta tradição, como uma referência na programação da Semana Santa. Membro da Guarda Romana há 63 anos, Sr. José Neves presidiu o encontro, apresentando a história desta atividade, como a guarda está organizada atualmente e relatou costumes que foram se perdendo ao longo do tempo, mas que precisam ser resgatados para manutenção desta tradição que faz parte da história religiosa e cultural de Diamantina.
            O arcebispo enfatizou: “Minha preocupação é que coloquemos espírito no que realizamos quando se tratam de eventos religiosos. Cada guarda é tão importante como o padre que vai fazer a pregação, porque pregamos o evangelho. Não fazemos somente a memória de um acontecimento histórico de 2 mil anos atrás, fazemos a atualização histórica, trazemos aquele acontecimento para 2017 e para as pessoas que vão viver o momento com a mesma força, o mesmo valor”
               Além da religiosidade, Márcia Bethânia destaca a importância cultural da Guarda Romana, como bem imaterial do patrimônio histórico de Diamantina e, na oportunidade, a secretária leva todo o apoio da Administração 2017-2020 para o fortalecimento das atividades da Guarda Romana. Após a reunião, os membros da Guarda, nas ruas de Diamantina, ensaiaram a coreografia para a sexta-feira Santa, sob o olhar zeloso do Sr. José Neves. 










EDUCAÇÃO PATRIMONIAL, UM PROGRAMA PERMANENTE NO MUNICIPIO DE DIAMANTINA




A Prefeitura Municipal de Diamantina, por meio das Secretarias Municipais de Cultura, Turismo e Patrimônio e Secretaria Municipal Educação, apresentam à comunidade diamantinense dia 13 de julho, o Programa Municipal de Educação Patrimonial, intitulado “De olho no Patrimônio”, como resultado de avanço em política pública, promovendo uma educação cada vez mais interdisciplinar, potencializando o aluno como sujeito da sua História.
O programa objetiva trabalhar a arte e a cultura como propulsoras do desenvolvimento social, viabilizar a formação inicial e continuada dos profissionais do programa, visando garantir a excelência dos serviços prestados e permitir nova postura da comunidade escolar em relação ao patrimônio cultural e a apropriação do seu espaço.
O público alvo prioritário são os discentes, docentes, especialistas e técnicos administrativos vinculados às unidades escolares das redes estadual, municipal e privadas do município de Diamantina.
A Gestão, acompanhamento e avaliação do programa serão exercidos por um colegiado constituído por representantes das secretarias envolvidas e Grupo de Trabalho de Políticas Culturais (IBRAM – Museu do Diamante, IPHAN – escritório técnico Diamantina, UFVJM, UEMG – Campi Diamantina, IFNMG – Campi Diamantina, Superintendência Regional de Ensino de Diamantina, Instituto Casa da Glória – IGC/UFMG) e o Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural e Políticas Culturais de Diamantina.

Trata-se de uma ação inovadora no âmbito das políticas culturais, em consonância com as diretrizes de educação e patrimônio da administração do prefeito Juscelino Brasiliano Roque.



sexta-feira, 4 de agosto de 2017

CONSELHO MUNICIPAL DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL E POLITICAS CULTURAIS DE DIAMANTINA


ATA DA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA- 2017




ATA DA SEGUNDA REUNIÃO ORDINÁRIA- 2017







quinta-feira, 3 de agosto de 2017




Bens Imateriais registrados pelo Município de Diamantina 
Festa do Divino 2017
A tradicional Festa do Divino Espírito Santo, realizada em Diamantina ao longo dos dias 28 de maio a 04 de junho, contou com a presença do folclore da região, a Marujada Senhora Rainha da Paz, grupos de Caboclinhos, a fanfarra do Colégio Tiradentes da Policia Militar, a Banda do Terceiro Batalhão da PMMG, a Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz, o musico, Sr. Macena entre outros envolvidos.
O cortejo seguiu pelas tradicionais ruas do centro histórico de Diamantina, retratando em seus quadros a religiosidade e o folclore diamantinense.
Durante o percurso do Império, a banda de música do 3 º BPM / MG acompanhou ao som da “Folia do Divino”, música originaria de Diamantina e que já se tornou o hino oficial da festa.
A Prefeitura Municipal de Diamantina, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, visando intervir para a preservação do patrimônio cultural, executa o plano de salvaguarda de bens imateriais registrados no município, e a Festa do Divino é bem imaterial, tradição que preservada é cada vez mais conhecida e atinge as novas geraçõesincentivadas a assumir uma postura de consciência e valorização de um patrimônio que é de todos.  




















sexta-feira, 30 de junho de 2017


EDUCAÇÃO PATRIMONIAL EM AÇÃO NO DISTRITO DE SOPA                                                                                                                                                                                  


Foi realizado nos dias 26 de Abril e 03 de Maio do ano de 2017, no distrito da Sopa, palestras com a comunidade, com o tema: O QUE É BEM PATRIMONIAL E A IMPORTÂNCIA DE SUA PRESERVAÇÃO, realizado pela funcionária Luciana de Fátima Andrade da Diretoria de Patrimônio Cultural/ Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio de Diamantina. As palestras foram realizadas na associação local com os adultos e na escola com alunos e professores, e contempla ação de educação patrimonial desenvolvida por este setor. O objetivo da ação está em instigar a consciência à conservação e preservação do bem tombado e monumento arquitetônico do distrito, a Capela de Santa Rita. Durante a palestra envolveu os presentes se envolveram através de depoimentos e músicas, identificando as diferentes formas de registros da nossa História. Este bem foi restaurado, e entregue solenemente à comunidade durante a festa de Santa Rita de Cássia. 






     

           APÓS AÇÕES  DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL, 
A COMUNIDADE DE SOPA, EM FESTA,  RECEBE O BEM RESTAURADO













segunda-feira, 26 de junho de 2017